Google+ Followers

O Tempo e as Tempestades

O começo de tudo, o começo da vida,
tudo se transforma,tudo transformado,
o passado natural, as mudanças bruscamente;


O Homem fez as grandes transformações,e
o Tempo procede, o Progresso e o Fracasso
se torna frequente e preocupante.


As Tempestades podem ser observadas,
 que são cada vez mais intensas;
o Povo está em busca de novas mudanças, e
olha com esperança
para um Tempo infinito;


As Chuvas não são mais as mesmas;
o Sol não é mais como antigamente;
As Águas não são tão Cristalinas;
O Ar não está mais tão Puro;
O Verde não consta em grandes quantidades;
O Vento soa tempestades;
A Terra não tem mais tanta firmeza;
O Fogo queima lentamente;
A Vida é transformada e cada vez mais  existe a busca
pelo Consumo da Felicidade!
Autora : Adaildes Alves Moreira


3 comentários:

  1. Esplêndido poema, Ada.

    Parabéns!

    A chama da vida se consumindo numa busca interminável...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada amigo...
      Volte sempre... Seus comentários são necessários e me faz sentir feliz com mais vontade de escrever... Beijos!

      Excluir